terça-feira, 29 de setembro de 2009

Saudade...

Bom, aqui estou eu novamente...

Meio frustrado com o inverno que me trouxe uma baita gripe me impedindo de dar aquela caída esperta, mas estamos aí... Mal vejo a hora da situação melhorar, e tomar um banho daquele jeito!

Caras, mesmo pra um um prego, um cara que tá começando, que leva vaca a torto e a direita, que mal consegue permanecer alguns segundos em cima da prancha... o surf vicia... e véi, faz falta quando você não pode ir...

Mas não adianta lamentar, o negócio é ficar bom logo e correr pro mar, ele continua lá esperando, com sua beleza inigualável e com suas maravilhosas ondas!

(desculpem o post meio inútil, é que tá meio na falta de assunto, então tô meio que desabafando... porque, na real, tô louco pra dar uma caída de novo!)

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Chega de Preconceito!

Caramba, é impressionante o preconceito que algumas (eu diria a maioria) das pessoas têm em relação aos surfistas... Você pode andar engomadinho e talz, mas falou que surfa, já é olhado com outros olhos... Você pode também se matar na sua vida “normal” (me refiro a trabalho e estudos, por exemplo), mas falou que surfa, provavelmente será novamente olhado com outros olhos... Mas por que isso?

Será que as pessoas não percebem o quão bom é o surfe? O surfe é um esporte que pressupõe saúde, auto-confiança, força de vontade, alto astral. Não consigo enxergar uma relação de tudo isso com vagabundagem... Será que isso ainda é resquício daquela época em que a galera queimava uma bomba depois do surf? (Não que ainda não exista, mas é menos.. E de boa, tem muito surfista que contra as drogas e que faz o possível pra ajudar a rapaziada que tá nesse caminho...) Será que é por causa da época que o cara só surfava e vivia de boa viajando por altos picos? Se for isso, não tenho o poder de mudar o pensamento da galera que tem mente fechada e não vê que os tempos são outros, mas posso usar esse espaço pra deixar o meu protesto dizendo que “Cara, nem todo surfista é vagabundo!” Aliás, a maioria não o é! Tenho certeza que muita gente rala pesado durante a semana pra poder chegar o fim de semana e tomar aquele banho irado num pico maneiro, desestressar e renovar as energias!

Chega de preconceito com aqueles que, ao invés de ficar vendo TV no fim de semana preferem curtir a natureza e as belas ondas que Deus nos deu!

quarta-feira, 8 de julho de 2009

Escolhendo um Long John

Então galera, o inverno apertou (aqui no sul pelo menos) e fazer aquele surf sem o Long John tá quase impossível.. Eu diria que é uma tarefa hercúlea!



Há algum tempo atrás fui procurar um Long John pra mim, e me vi numa grande incógnita.. Fiquei perdido em meio a tantas marcas, modelos, valores e detalhes que fazem diferença... Então resolvi escrever esse post pra galera que tá em dúvida na escolha do Sleeve!


A primeira dica que dou é: Não compre pela internet (há menos que já tenho provado um long semelhante e tenha certeza do tamanho). Embora as empresas coloquem o peso e a altura recomendada para cada tamanho, é normal que o tamanho que você ache que seja correto não seja o ideal para você. Isso aconteceu comigo, eu ia comprar pela internet, porém quando fui na loja o tamanho era bem menor do que eu pediria pela internet. O tamanho é muito importante! O long não deve ficar folgado, nem apertar demais seu corpo.. É importante que ele seja como uma segunda pele, exercendo certa pressão mas permitindo todos os movimentos.

Em segundo lugar: Fique atento a detalhes! Não compre o primeiro long que você ver.. Pesquise, corra em várias lojas, analise os punhos, veja o tipo de acabamento que é dado ao long. Repare as costuras. Pesquise sobre a garantia que cada marca dá e o que ela cobre (isso pode ser muito importante, visto que um long não é nada barato). Outro detalhe a ser observado (e que faz bastante diferença no preço) é se o mar que você surfa é tão frio a ponto de que seja necessária roupa com vedação, para descobrir isso, pergunte aqueles que já surfam de long nesse pico se é vedado ou não, enfim, busque informações!

E por último, mas não menos importante: Não compre pelo preço! Nem sempre o mais barato vale mais (falando de custo x benefício), ou o mais caro é melhor; além da diferença natural entre as lojas... Pesquise bastante! A diferença de preços é relativamente grande. E uma coisa que pode ser bastante discutida, mas prefiro garantir: Olhe as marcas famosas com mais carinhos! Embora sejam um pouco mais caros, a diferença entre as marcas mais famosas em relação às novas é brutal! Sim, existem muitas marcas novas que são boas, mas se você vai comprar seu primeiro long e está em dúvida, dê preferência para as com mais know-how na área!

É isso aí galera, espero ter ajudado!

Qualquer dúvida/crítica só é deixar um comentário!

Grande abraço